Ex-boxeador que teve AVC será indenizado em US$ 22 milhões pelo estado de Nova York

Ex-boxeador que teve AVC será indenizado em US$ 22 milhões pelo estado de Nova York

- em NOTÍCIAS
162
0

No dia 2 de novembro de 2013 um triste marco na história do esporte abalou o mundo do boxe.

Após perder por decisão unânime para o cubano Mike Perez, o pugilista Magomed Abdusalamov sofreu uma série de AVC’s e teve que ser colocado em coma induzido.

A juíza Jeanette Rodriguez-Morick condenou o Estado de Nova York, na última sexta-feira, a ressarcir o ex-boxeador no valor de US$ 22 milhões de dólares, em torno de R$ 68 milhões.

O russo teria sido negligenciado pela equipe médica da Comissão Atlética do Estado de Nova York que o avaliou logo após a luta, e concluiram que ele estava bem.

Porém, ao sentir dores de cabeça foi recomendado pelos médicos que o ex-pugilista pegasse um táxi, não disponibilizaram uma das duas ambulâncias disponíves, para o hospital.

Ao chegar no hospital, descobriu-se que o peso-pesado tinha sofrido diversos acidentes vasculares cerebrais e, por isso, foi colocado em coma induzido durante semanas, além de ficar hospitalizado durante 10 meses.

Hoje, quase quatro anos depois, Magomed Abdusalamov possui todo seu lado direito paralisado e é incapaz de andar.

Além disso, suas falas são reduzidas apenas a murmúrios e depende de sua esposa, Bakanay Abdusalamova, até mesmo para as tarefas mais simples.

A luta entre Abdusalamov e Mike Perez, no Madison Square Garden, durou os dez rounds, com o cubano sendo declarado vencedor por unanimidade.

O russo era considerado uma promessa no boxe, possuía um cartel de 18-0 até sua luta contra Perez.

SporTV

 

Deixe uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você também pode gostar de:

A curiosa origem do Dia das Bruxas

O Dia das Bruxas é conhecido mundialmente como